As esquerdas e a conjuntura do tempo presente

Resenha por Fernando Perlatto Domingues, José Maurício. Esquerda: Crise e futuro (Ed. Mauad X, 2017).   Pelo menos desde as manifestações que tomaram as ruas do país em junho de 2013, o Brasil parece ter entrado em um fluxo contínuo e ininterrupto de mudanças, cuja compreensão se torna uma tarefa de enorme magnitude e atravessada […]

As novas rotas da globalização

Ilegalismos na Globalização: Migrações, trabalho, mercados. Angelina Peralva e Vera da Silva Telles (orgs.) Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2015. 571p.   Qualquer um que já tenha se aventurado a organizar coletânea, número especial ou dossiê sabe que está longe de ser tarefa banal converter aquilo que, via de regra, diz respeito a movimentos solo […]

Debate 06/07 Sesc CPF e Novos Estudos: Transferência, difusão e circulação de políticas públicas

Após uma onda de experiências inovadoras que surgiram na América Latina, a direção da circulação internacional das políticas públicas mudou, consagrando a região não mais como importadora de modelos, mas também exportadora. Modelos políticos e conhecimento técnico sobre práticas como a participação social, os sistemas de transporte como a ciclovia e os ônibus de circulação […]

Porque preferi Hamon a Mélenchon

No primeiro turno das eleições presidenciais francesas, diversos eleitores potenciais de Benoît Hamon decidiram votar no candidato Mélenchon, pensando que isso constituiria um voto útil. Outros se dispuseram até mesmo a votar em Macron por temerem uma vitória do Front Nacional (FN). Quando a mim, votei em Hamon.   Por que Hamon e não Mélenchon? […]

Debate 18/maio – Sesc CPF e Novos Estudos: Repensando folclores na música clássica no Brasil

O debate sobre nacionalismo marcou boa parte da reflexão e produção sobre a música clássica brasileira no século XX. A problemática é semelhante àquela que orientou compositores do leste europeu (como Béla Bartók e Antonín Dvorák) e da América Latina (como Alberto Ginastera): sem a marca folclórica, um compositor “periférico” jamais alcançaria uma posição sequer […]

O diabo mora nos detalhes: os perigos da “privatização” na cidade

O prefeito do município de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que pretende levar adiante cinquenta e cinco projetos de privatização até o final do seu mandato. Para tanto, criou agências encarregadas da formulação de seu ousado plano – a Secretaria de Desestatização e Parceria e a empresa pública SP Parcerias – e produziu propagandas […]

A Lava-Jato é o Plano Cruzado do combate à corrupção

  Não, eu não quis dizer Plano Real. Eu quis dizer Plano Cruzado mesmo. Ao desorganizar o sistema político, a Lava-Jato solapa as condições institucionais para um combate eficaz à corrupção, assim como a desorganização das expectativas produzida pelo congelamento de preços e providências correlatas em 1986 deteriorou as condições de controle da inflação pela […]

Trajetória singular

  Oswaldo Corrêa Louzada Filho nasceu em 1943, em São Paulo. Em 1959, iniciou a publicação de trabalhos de crítica literária e ensaios no “Suplemento Literário” do jornal O Estado de S. Paulo, colaboração que perdurou até 1974. Em 1962, recebeu o Prêmio Estímulo de ensaios da Comissão Estadual de Literatura pelo trabalho Uma topografia […]

Debate: 26/Abril – Novos Estudos: Arquitetura Popular

A mesa abordará a noção de “arquitetura popular”, que ocupou e ocupa o centro da agenda de arquitetos no campo amplo das esquerdas. O tema foi objeto de importantes debates, tanto enquanto construção discursiva como nas dimensões concretas da realidade urbana. Os palestrantes tomarão como referência a produção e reflexão do arquiteto Vilanova Artigas, discutindo […]